Moqueca de cação e Roast dinner

Previous Next

Moqueca de  cação

Ingredientes:
700g de cação
3 dentes de alho amassados
3 tomates firmes
2 pimentões verde e vermelho
2 cebolas grandes
3 colheres de azeite
300 ml de leite de coco
200g de camarões limpos
Sal e pimenta-do-reino a gosto
Coentro
Água

Opcional:
Óleo de dendê, pimenta dedo de moça e camarões a gosto.
Modo de preparar:
 Corte os tomates, cebolas e pimentão em rodelas. Coloque o azeite, frite o alho e adicione  camadas de cebola, tomates e pimentões e os  pedaços de cação.  Acrescente o sal e a pimenta-do-reino, a água e o leite de coco. Tampe a panela até cozinhar. Coloque os camarões, o óleo de dendê e a pimenta dedo de moça. No final do cozimento adicione o coentro picado. Sirva com pilão que pode ser feito com o caldo do peixe e acompanha arroz branco.

Fotos: Elza Kamisaki

Roast dinner

Receita inglesa enviada pela nossa amiga Renata Zuconelli
“Faço o meu com roast dinner aos domingos e é super fácil. Homemade (caseiro) e delicioso. Tem uma forma tipo a nossa de cup cakes própria pra assá-los caso faça você mesma. Eu antes de ter a forma, eu usava a forme de cup cakes."

Ingredientes:
140gr de farinha
4 ovos
Sal e pimenta do reino
200 ml de leite
Óleo para untar a forminha
Modo de preparar:
Coloque óleo no fundinho da forminha, e levo-o ao forno quente, enquanto faz a massa.
Misture os ovos e a farinha bem e gradualmente vai acrescentando o leite até a massa ficar bem lisinha, depois tempere com uma pitada de sal e pimenta.
Retire a forma do forno, cuidado vai estar super quente. Dívida a mistura nas forminhas e volte ao forno por uns 20-25 min. Eles vão crescer e ficar com um furo no meio. 

Sunday Roast
Yorkshire Pudding...
Mas o que é?
Tradicionalmente, em quase todas as famílias inglesas, aos domingos, se comem carne assada no forno, com vegetais, o famoso Yorkshire Pudding, molho da carne (gravy) como também stuffings (uma bolinha de farinha e temperos).
A carne assada pode ser bovina (muitas vezes aqui usam o coxão duro), cordeiro, frango, porco ou até presunto (Gammon).
Em todos os pubs que servem comida, vocês também poderão encontrar esse prato aos domingos.
Os vegetais sempre têm um pouco de tudo, batata assada, cenoura, ervilha, couve-flor, parnsnips (aquele que no mercado parece uma mandioquinha).

Vamos conhecer a história e a tradição do Sunday Roast

O Sunday Roast originou-se na Inglaterra como uma refeição a ser comida depois da celebração da igreja aos domingos.
Comer uma grande refeição após os serviços religiosos é comum em todo o continente da Europa, assim como em outros países cristãos, mas a variante assado de domingo desta refeição é exclusivamente inglesa.
Aos domingos, todos os tipos de carne e laticínios podem ser consumidos, ao contrário das sextas-feiras, onde muitos católicos romanos e anglicanos tradicionalmente se abstêm de comer carnes, então comiam peixe. Da mesma forma, é tradicional que anglicanos e católicos ingleses jejuem antes dos serviços de domingo, com uma refeição maior para quebrar o jejum depois. Essas regras religiosas criaram vários pratos tradicionais no Reino Unido.
Comer peixe apenas às sextas-feiras resultou na tradição britânica de “sextas-feiras de peixe”, que ainda é comum em lojas de Fish and Chips e restaurantes em todo o Reino Unido às sextas-feiras, especialmente durante a Quaresma.
Para marcar o fim de não se poder comer carne, o assado de domingo foi criado como marco de comemoração.
Existem dois pontos históricos sobre as origens do Assado de domingo moderno. No final dos anos de 1700, durante a revolução industrial no Reino Unido, as famílias colocavam um pedaço de carne no forno, enquanto se preparavam para ir a igreja. Em seguida, acrescentavam vegetais como batatas, nabos e pastinacas (ervas eurásias), antes de irem à igreja aos domingos de manhã. Quando voltaram da igreja, o jantar estava quase pronto. Os sucos da carne e dos vegetais eram usados para fazer um caldo ou molho para despejar por cima do jantar. A segunda opinião sustenta que assado de domingo remonta à época medieval, quando os servos da aldeia serviam ao escudeiro seis dias por semana.

Então, aos domingos, após o serviço religioso da manhã, os servos se reuniam no campo e praticavam suas técnicas de  batalha e eram recompensados com um banquete de bois assados no espeto.

Foto: Renata Zuconelli