CULTURA, ESPORTE, LAZER E TURISMO

Últimas Notícias

Oscar 2022: um tapa que escondeu uma fraca premiação

Oscar! Todos os anos, os fãs de cinema lamentam pelos filmes que nada ganharam, pois estes seriam os “melhores” filmes; outros lamentam pelos ganhadores que, por vezes, são os “piores”. Melhor filme? Qual o pior filme? Claro que há uma visão pessoal nessa escolha, mas o mínimo de conhecimento técnico e a inserção do filme (o melhor? o pior?) na história do cinema é importante para que possamos fundamentar nossa escolha.

Oscar 2022:  um tapa que escondeu uma fraca premiação

Todos cidadãos devem ter acesso aos equipamentos esportivos

Espaços públicos de lazer e esporte: o abismo entre a periferia e a área nobre. Não é de hoje que a periferia é explorada por uma minoria e que os pobres pagam a maior parte dos impostos e recebem a menor parcela de investimentos do Estado. É evidente a diferença e de como são tratadas as áreas mais periféricas em relação aos bairros considerados “nobres”. Faltam infraestrutura, assistência, saneamento e ações para a infância e juventude, que contribuem para um processo de apagamento da história de um povo, além de ir contra a Constituição Federal, que prega direitos básicos para toda/o cidadã/o.

Todos cidadãos devem ter acesso aos equipamentos esportivos

Os tons da mudança de estação

Os pessegueiros oferecem espetáculos belíssimos de flores rosa, e que se Deus quiser, darão bons frutos. As floradas de amora preta, framboesa, olho de dragão e uvaria, atraem abelhas e muitos pássaros.
As orquídeas embelezam e exalam uma fragrância maravilhosa que se espalha pelo jardim. O Manacá da Serra é lindo de se ver e suas flores brancas e rosas atraem os insetos e muitas abelhas. Um espetáculo em transformação de botões ao esplendor da florada.

Previous Next

Luminárias sem manutenção na BR 116

Todos pagam pedágios para circular nas rodovias estaduais e federais, mas nem sempre os valores pagos pelos usuários às concessionárias retornam, em manutenção do pavimento, sinalização, corte de mato das laterais das rodovias, construção de retornos, entre outros serviços essenciais às vias. Com a preocupação no tráfego de veículos, principalmente, no período noturno  perguntamos à ANTT, porque não funciona o sistema de iluminação da Rodovia Régis Bittencourt. Não obtivemos uma resposta concreta. Na gestão do Presidente Fernando Henrique Cardoso, nas áreas onde existem iluminação implantada, tudo funcionava. As luminárias se encontram sem manutenção e continuam apagadas e, em breve, estarão decorridas duas décadas sem a utilização adequada. A população está de olho! 

Luminárias sem manutenção na BR 116