Finalmente foi instalado o novo abrigo de ônibus na Vila Belém

Finalmente foi instalado o novo abrigo de ônibus na Vila Belém

Certamente, os primeiros a reclamarem sobre o abrigo de ônibus junto à Prefeitura foram os usuários do transporte coletivo, na Vila Belém.  Eles passaram anos a fio debaixo de um abrigo danificado, com teto solar e até um jardim suspenso. Viveram o drama do calor excessivo,  das tempestades e rajadas de ventos. Reclamaram, mas o tempo passou.

Nessa caminhada, o nosso Jornal encaminhou e-mails à Assessoria de Imprensa da Prefeitura desde a administração Haddad. Entrou Doria  e mais solicitações. Até chegar ao gabinete de Bruno Covas. Enquanto no bairro, o PSDB Diretório Zonal de Sapopemba, também protocolou documento sobre a demanda,  assim como o Conseg do 70º D.P, citou nas postagens do grupo e nas reuniãos da entidade.
Em 2019, no período que antecedeu o Aniversário de Sapopemba, no trecho do Parque da Integração, na Vila Belém, houve a promessa que a Subprefeitura de Sapopemba estaria conversando com o órgão responsável.
Os anos passaram, e em 2021, a Prefeitura firmou um contrato de instalação de abrigo, mas o nosso, só chegou agora. Esforços de todos por um bem comum.
O pedido de abrigo também teve a atenção dos deputados Olim (PP) e Bruno  Araújo (PSDB) que também encaminharam ofícios à Prefeitura.
A instalação do novo abrigo de ônibus exigiu o envio de e-mails, ligações ao 156, ofícios, citações em reuniões e tantas outras ações e fica a pergunta: É justo que os cidadãos sejam tão sacrificados? Quanto tempo para que uma reclamação seja atendida? O povo está cansado com esse demora. M.K.

Depois de 10 anos novo abrigo de ônibus foi instalado
Foto: E.K.

 

27-02-2021

Abrigo de ônibus na Vila Belém precisa ser substituído

Quando começa uma tempestade, os usuários do transporte coletivo, abrem os guarda-chuvas para se protegerem debaixo do abrigo de ônibus na Av. Sapopemba, altura do nº 6.900, na Vila Belém. O problema perdura há mais de dez anos e não tem autoridade que tome providência. A solicitação foi encaminhada pelo nosso Jornal à Prefeitura e os munícipes também já fizeram suas reclamações a respeito do abrigo de ônibus.

As lâminas do teto estão retorcidas,  há muitos resíduos de folhagens de árvores e algumas plantas até já nasceram no abrigo. Em 2019, a Subprefeitura de Sapopemba fez um pedido formal à Secretaria de Obras. Segundo os assessores, à época, em razão do acontecimento do aniversário de Sapopemba, já estava sendo providenciado. Chegou 2021 e nada foi feito.  Atualmente, nos dias de chuva, se abrigar no abrigo, tem sido uma péssima opção. A população pede encarecidamente que a Secretaria de Obras responda: por qual motivo o abrigo de ônibus solicitado há tantos anos, ainda não consta na programação do órgão?
Vaquinha para reformar?
Os moradores e membros do Conseg do 70º D.P. Sapopemba propuseram até uma vaquinha para reformar o abrigo de ônibus. Terá necessidade?
Tempo incerto e o precário
abrigo de ônibus
Não é um conversível, mas é possível avistar o céu azul ou sentir as  gotas da chuva. O nosso Jornal denuncia o descaso e nada da Secretaria de Obras substituir os restos do abrigo por uma estrutura moderna e mais limpa.
A solicitação no ano passado passou pela assessoria do Prefeito e até hoje não se obteve resposta. O abrigo de ônibus está vergonhoso e quem sofre é a população.
Abrigo de ônibus danificado na Vila Belém
Foto: Elza Kamisaki

 

Usuários pedem instalação de um novo abrigo de ônibus na Vila Belém   

Na Av. Sapopemba, altura 6.800 (Vila Belém) tem um abrigo de ônibus que está praticamente destruído. Com enormes buracos no teto e entre os ferros retorcidos nascem plantas. Os usuários afirmam que nos dias de tempestades usam guarda-chuvas para não se molhar. Há anos os moradores reclamam junto à prefeitura, mas sem providências e com a alegação que não tinha verba para realizar a troca do abrigo.

A Prefeitura publicou recentemente Edital para contratação de empresa para "manutenção de 4,8 mil abrigos e 500 totens em paradas de ônibus do sistema municipal de transporte coletivo.  Alguns locais receberão mais de um módulo de abrigo e os totens serão instalados em pontos de controle de linhas (iniciais e finais), sempre em conjunto com pelo menos um abrigo. A maior parte dos equipamentos atenderá os bairros mais distantes da área central da cidade.

O critério de julgamento da licitação será pelo menor preço, com contratação por um período de 36 meses para realizar o serviço de instalação e manutenção dos equipamentos. Não haverá exploração comercial de propaganda nesses equipamentos.

A contratação irá contemplar os serviços em locais que não estão previstos no atual contrato de manutenção de pontos e abrigos e abrangerá, além de abrigos existentes, novos locais de instalação. Sendo assim, não há sobreposição entre os pontos de parada contemplados na atual licitação e os de responsabilidade da SPObras". Vamos aguardar que o abrigo de ônibus da Vila Belém seja incluído no programa de recuperação desses equipamentos". 

Abrigo de ônibus na V. Belém - Foto: Elza Kamisaki