PM intensifica policiamento na região

Previous Next

A área do 19º BPM/M abrange desde o Jardim Colorado, passando pela Vila Primavera, Sapopemba,  Jardim Santo Eduardo,  Jardim Vila Formosa, Vila Rica, Aricanduva, Jd. Dona Sinhá e Jardim Grimaldi, e está sob comando do Tenente Cel. Fábio Sérgio do Amaral, 50 anos, que neste período que antecede as festas de Natal e Ano Novo, intensifica as operações da P.M.  na prevenção de furtos, roubos e a crescente atuação de quadrilhas que sequestram as pessoas com a finalidade de saques através do PIX, como aconteceu recentemente, mas com os criminosos capturados, na área da 2ª Cia.
O Ten. Cel. Fábio, embasado em  dados estatísticos,  realiza operações contínuas para inibir os delitos e recentemente vêm obtendo resultados positivos com a Operação “Segurança para Todos”, que detecta os locais que demandam policiamento específico em horários de incidência de ocorrências. Segundo o comandante,  a gestão está centrada em 3 pilares, que propiciem a  administração planejada e a integração dos policiais militares.

Cita o comandante que, primeiramente está focado na valorização do efetivo, com rotinas organizadas, gestão enxuta e mais efetivo nas ruas. Em segundo lugar, são necessárias viaturas e as companhias de áreas e de Força Tática em  condições estruturais para o bom desempenho das atividades. A terceira etapa são as operações contínuas que baixam os índices criminais e seus efeitos são sentidos pela população através do policiamento ostensivo, em destaque  nas estações do Monotrilho e vias de maiores incidências de delitos. O Ten. Cel. Fábio comenta a respeito das operações e de diz como os moradores podem participar do  Programa Vizinhança Solidária.       
JBS - Como estão sendo planejadas e coordenadas as operações para as festas do final de ano?
Ten. Cel. Fábio - O final de ano sempre demanda de especial atenção por parte da polícia por conta do aquecimento da atividade econômica, que acarreta o aumento do número de pessoas em circulação. Se, por um lado, existe o aumento das atividades, por outro, traz mais oportunidades para os criminosos.
Isso porque o crime segue uma lógica muito simples e universal: quanto maiores as oportunidades, maiores as possibilidades.
Por essa razão, neste final de ano, serão mantidas as operações desenvolvidas ao longo do ano - Operação Paz e Proteção, Operação Adega, Operação Sapopemba Mais Segura, Cinturão de Segurança, bem como será incrementada uma novidade recentemente criada no 19º Batalhão, que é a “Operação Segurança Para Todos”, a qual tem por finalidade atuar em pontos específicos e em horários determinados para prevenir e combater delitos patrimoniais – furto e roubo.
JBS - Quais são as orientações para prevenção aos delitos de furto e roubo no período que antecede as comemorações? 
Ten. Cel. Fábio - Nesse período de festas de fim de ano, recomendamos que seja redobrada a atenção e seus cuidados por parte de todos. Seguem algumas orientações e dicas preciosas a todos interessados e familiares:
Celulares:
Instale e habilite o aplicativo de rastreamento em seu celular. Em caso de roubo ou furto, ao ligar para o 190, informe a localização do aparelho.
Não ande com o aparelho celular no bolso de trás.
Não deixe o aparelho onde não possa vê-lo, em especial nos restaurantes ou outros locais públicos.
No banco:
Ao efetuar um saque, evite colocar todo o dinheiro no mesmo bolso ou na carteira em local de fácil acesso (bolso de trás, por exemplo). Não saia do banco contando dinheiro.
Peça ajuda somente aos funcionários devidamente identificados. Nunca forneça ou digite sua senha na presença de terceiros.
Ida ao comércio
 Tenha cuidado na entrada e saída, pois a maioria das ações criminosas ocorre nesses momentos. Cuidado ao entregar seu cartão ao funcionário e digite a senha de forma a preservar seus dados.
Registre toda e qualquer ocorrência. Isso é fundamental para o planejamento das atividades de policiamento.
Caso venha a ser roubado, não reaja ou tente localizar seus bens sozinho. Solicite a intervenção da Polícia Militar.
Evite utilizar jóias e roupas que chamem a atenção. Procure fazer suas compras em dias e horários de menor movimento.
Não perca as crianças de vista enquanto olha vitrines ou faz compras. Identifique-as com pulseiras.
JBS - Como funciona o Programa Vizinhança Solidária?
O Programa Vizinhança Solidária (PVS) da Polícia Militar do Estado de São Paulo é uma eficiente ferramenta de Polícia Comunitária voltada para a mobilização social em prol do fortalecimento da Cultura de Paz.
O Programa, resultante da parceria da Polícia Militar com a comunidade, tem como principal objetivo suscitar na sociedade o que é essencial nas relações humanas: a integração entre as pessoas, a preocupação mútua e a sensação de pertencimento, pois ninguém está sozinho. 
A proposta de aplicação do modelo de polícia de proximidade, sob a fórmula do PVS, é plena de êxito, resultando na melhoria da imagem institucional, na aplicação racional dos recursos, no fortalecimento do sistema de informação e inteligência, no desenvolvimento social e urbano e, por fim, na melhoria da qualidade de vida dos membros da comunidade.
Como funciona: Com intuito de resgatar a percepção de segurança na sua região, vizinhos (dentre eles um tutor) aproximam-se uns dos outros, afastando a indiferença para com o próximo.
Tutor: É o cidadão local, líder comunitário, que será instruído pela PM acerca de prevenção primária, entre outras ações. O tutor participará das reuniões do CONSEG.
Como Participar: O programa é de adesão voluntária. Os interessados devem procurar a Companhia da PM mais próxima, por meio do CONSEG da área ou de outra associação. O importante é que a comunidade se organize.
A implantação do programa é gratuita, sendo que a comunidade poderá, caso considere necessário, custear equipamentos de segurança, de comunicação ou elaboração de placas de identificação, que serão colocadas nos locais onde o programa é desenvolvido. 
Tenente Cel. PM Fábio Amaral
Foto: M.K.

Homenagem do 19º BPM/M

No dia 5/11, o 19º BPM/M realizou solenidade de inauguração de retrato em sua Galeria de Comandantes, que teve como homenageado o Tenente Coronel PM Lucena. 

Tratou-se de um evento muito singelo, porém de enorme valor histórico, realizado na sala do comandante, do qual participaram somente os Oficiais da unidade e algumas poucas autoridades da própria Corporação, como o Sr. Comandante do CPA/M-9, o Sr. Comandante do Policiamento da Capital e o Sr. Subcomandante da PMESP.
Parabéns ao Tenente Coronel Lucena pela belíssima história à frente do 19º BPM/M e sucesso na sua carreira.
Tenente Cel. PM Fábio Amaral
Comandante do
19º BPM/M
Solenidade de homenagem ao Tenente Coronel Lucena
Foto: Divulgação

19º BPM/M reforça o policiamento  

O Comandante Ten. Cel. Fábio Sérgio do Amaral, 50 anos, formado pela Academia de Polícia Militar Barro Branco (1996) e em Direito e está a frente do 19º BPM/M desde 27 de maio.
O  Ten. Cel. Fábio exerceu atividades nas áreas administrativas e operacionais, no Estado Maior da P.M., na Casa Militar  do Governador, Aspirante e Tenente na Rota, Capitão e Major respectivamente nos  1º e 2º  Batalhões de Polícia de Choque da Capital e com a promoção assumiu o comando do 19º BPM/M, que é composto por 600 policiais militares, três  companhias territoriais e a Cia de Força Tática.

No âmbito do Estado de São Paulo houve redução dos índices criminais e inclusive de homicídios. Na área de abrangência do 19º BPM/M, citou o Ten. Cel. Fábio que: “ foram registrados  roubos diversos. A maioria chamada pelo 190, aumento de ocorrências de violência doméstica e redução de roubo de veículos”. Através do levantamento de ocorrências são  planejadas as operações pontuais e nas últimas semanas intensificado o policiamento na área da 1ª Cia, que abrange o Jardim Colorado, Vila Primavera,  Jardim Santo Eduardo, Jd. Dona Sinhá, Vila Rica,  Jardim Vila Formosa e parte do Jardim Aricanduva,  pela elevação de infrações.
Posto Policial Juiz de Fora desativado
Entre as demandas de Segurança Pública, a população residente na área da 1ª Cia sofre após fechamento do Posto Policial Juiz de Fora ocorrido em 2016 e neste sentido  o comandante  vai se inteirar da situação, mas destacou que o funcionamento de uma nova unidade requer avaliação. O reforço de policiamento desta área acontece  com o Cartão Prioridade de Patrulhamento (C.P. P.), em pontos estratégicos da 1ª Cia.            
Violência doméstica, um dos efeitos da pandemia
Segundo o Comandante, a leitura dos dados estatísticos de 2019, se aproxima da realidade e elenca que 2020 é atípico, porque houve restrição de circulação, comércios fechados e trabalho home office. Aumentaram as ocorrências de violência doméstica devido ao isolamento social, porque as pessoas ficaram mais tempo em suas casas e também as mulheres denunciaram mais. O amparo da Lei Maria da Penha e a conscientização feminina são fatores preponderantes para as denúncias recebidas.
Os conflitos entre vizinhos também despontaram nesse período de pandemia, com as pessoas trabalhando e ficando mais tempo em suas residências, elevando os índices de ocorrências.  
Operações e ações preventivas
O Ten.Cel. Fábio afirma nesse curto período  “a resposta da comunidade é impressionante, o batalhão mantém a integração com o Conseg do 70º D.P. e a coletividade local. Conheço Sapopemba  e notei as grandes transformações socioeconônicas nas últimas décadas.”
 O Batalhão  mantém operações diárias e cita:  “Sapopemba mais segura”, “Paz e Proteção”(ação integrada para inibir os pancadões). Cabe a ressalva que no bairro de Sapopemba, efetivamente, não acontecem os pancadões e sim as pequenas aglomerações.
Já a Operação Pinçamento apreende  as motos em situação irregular e tem sido muito positiva, porque baixa os roubos nos setores onde ocorrem as ações. Nas estações do Monotrilho localizadas na área do 19º BPM/M são realizadas operações diariamente para inibir os roubos, em especial de celulares.
Aniversário de Sapopemba
Neste mês o Ten. Cel. Fábio completa um mês de atividades em Sapopemba e parabeniza a população pelo 111º Aniversário. Comentou que está “muito feliz e honrado em comandar o 19º BPM/M. Batalhão tradicional da Polícia Militar  e que  muitos policiais  se orgulham e afirmam ser o melhor da Zona Leste. É o meu primeiro comando e tenho plena consciência da minha responsabilidade. Prometo trabalho e estarei na ponta da linha com os soldados”, afirmou o comandante.

Ten. Cel. Fábio Sérgio do Amaral